Última Atualizaçãodo site: 26/11/2021 16:42:51
x

PRONAF

Guapirama já tem mais de R$ 3 milhões em financiamento na área rural

Segunda-feira, 09 de dezembro de 2013

Última Modificação: // | Visualizada 633 vezes

Agricultores conheceram formas de melhorias para propriedades


Ouvir matéria

O prefeito de Guapirama Pedro de Oliveira reuniu na última semana agricultores e gerentes do Banco do Brasil de Santo Antônio da Platina e Joaquim Távora para explicar sobre programas de Financiamento. O evento no Clube Municipal contou com mais de 50 pessoas, além do vice-prefeito Santo Sumizawa, os vereadores Toninho do Mercado, Denis Rodrigues, Vanderlei Ezequiel e Elizeu Fiorante.

“Quero dizer que basta ter vontade. Temos pessoas em nossa cidade que com 1 alqueire de terra está conseguindo mais de R$ 70 mil em financiamento para melhorias em sua fonte de renda”, ressalta o prefeito Pedro de Oliveira. Vários produtores demonstraram os produtos conquistados através do PRONAF.

O gerente da EMATER no município, Edson de Oliveira, ressalta que somenteem Santo Antônioda Platina são mais 18 projetos que deverão estar liberados até janeiro do próximo ano. “Eles chegam a mais de R$ 700 mil que será investido na agricultura de nossa cidade”, argumenta.

PRONAF

O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) financia projetos individuais ou coletivos, que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. O programa possui as mais baixas taxas de juros dos financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do País.

O acesso ao Pronaf inicia-se na discussão da família sobre a necessidade do crédito, seja ele para o custeio da safra ou atividade agroindustrial, seja para o investimento em máquinas, equipamentos ou infraestrutura de produção e serviços agropecuários ou não agropecuários.

Após a decisão do que financiar, a família deve procurar o sindicato rural ou a empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), como a Emater, para obtenção da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), que será emitida segundo a renda anual e as atividades exploradas, direcionando o agricultor para as linhas específicas de crédito a que tem direito. Para os beneficiários da reforma agrária e do crédito fundiário, o agricultor deve procurar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) ou a Unidade Técnica Estadual (UTE).

O agricultor deve estar com o CPF regularizado e livre de dívidas. As condições de acesso ao Crédito Pronaf, formas de pagamento e taxas de juros correspondentes a cada linha são definidas, anualmente, a cada Plano Safra da Agricultura Familiar, divulgado entre os meses de junho e julho.

 

Fonte: Marcos Junior

 Galeria de Fotos

 Veja Também